Rádio Web MJ

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Secretaria de Educação promove formação continuada para conselheiros escolares

Visando o Fortalecimento dos Conselhos Escolares, a Secretaria Municipal de Educação de Campo alegre – SEMED, deu início ao Projeto de Formação dos Conselheiros/as Escolares, quem tem por objetivo qualificar os conselheiros escolares para que participem efetivamente da gestão escolar, contribuindo para a melhoria da qualidade da educação. A abertura da formação ocorreu na ultima terça-feira, 18 de julho, no auditório da Escola Zenóbia Ferreira.

Neste primeiro encontro, foi abordado o tema: O Estatuto do Conselho Escolar, sua organização e atribuições, a fim de que cada conselheiro entendesse suas funções e atribuições dentro do Conselho Escolar. Os encontros de formação para conselheiros (as) escolares serão realizados nas 22 instituições da Rede Pública Municipal de Ensino através dos multiplicadores que estiveram presentes nesta formação.

A Formação presencial é um passo importante para que os Conselheiros e Conselheiras Escolares possam contribuir na construção da democracia e da cidadania, entendendo que os Conselhos Escolares são órgãos colegiados compostos por representantes da comunidade escolar e local, que têm como atribuição deliberar sobre questões político-pedagógicas, administrativas e financeiras no âmbito da escola. Cabe aos conselhos, também, analisar as ações a empreender e os meios a utilizar para o cumprimento das finalidades da escola.

Na oportunidade, a Secretária Municipal de Educação, Graciene Alencar falou sobre a importância dos Conselhos Escolares para as Instituições de Ensino. “Seu papel é extremamente importante, sobretudo, quando entendemos que o Conselho Escolar tem a função de contribuir cada vez mais para que a escola cumpra sua função de educar, construir a democracia e a cidadania de forma participativa, realizar um processo de aprendizagem significativa, respeitar e valorizar o saber e a cultura do estudante e da comunidade, usar significativamente o tempo pedagógico e ser democrática e gerida de forma participativa”.

Nenhum comentário: