Rádio Web MJ

domingo, 16 de julho de 2017

CREAS promoveu palestra voltada para os cuidadores dos centros de educação infantil e aos professores

Dando continuidade a Campanha Contra o Abuso e Exploração Sexual à Crianças e Adolescentes,  o Centro de Referência Especializado em Assistência Social – CREAS, (18 DE MAIO), realizou uma palestra socioeducativa aos cuidadores dos Centros de Educação Infantil bem como aos professores da rede pública de ensino.  A palestra foi realizada nesta sexta-feira 14 de julho no Auditório da Escola Zenóbia Ferreira.

No momento foi realizado uma sessão de “Cinema Educativo” onde foi exibido o curta metragem a respeito de crianças em possível situação de violação de direito, o abuso/exploração sexual. O conteúdo deste material é de suma importância, pois conta com testemunhos de profissionais da área de psicologia onde explicam e orientam aos educadores e professores a identificarem reações que caracterizam uma possível situação de violação de direito, ou seja, isolamento, baixo rendimento escolar, hematomas em seu corpo, sonolência, depressão, dentre outras.

Ainda na ocasião foi abordado sobre a questão da violência tão frequente que vem assolando a sociedade, que o olhar e o papel destes profissionais, assim como toda sociedade civil, é fundamental a rede socioassistencial, pois, é através destes que conseguimos verificar e constatar quando a criança ou adolescente está vivenciando a situação de violência/abuso.

No momento ainda foi explicado às várias formas que caracterizam o abuso, suas consequências, seus malefícios, como a sociedade civil deve proceder para realizar a denúncia, e orientação de como estes profissionais devem proceder e acolher a vítima ao ser confirmado à violação.

“Desta forma conseguimos fortalecer ainda mais toda rede socioassistencial, protegendo com eficácia nossas crianças e adolescentes deste grande mal, seja atuando com trabalho preventivo ou emergencial, o importante é fazer com que tenhamos outro olhar para esta causa, sensibilizar o maior número de pessoas, fazer com que não se permita esta prática, esta violação brutal, os profissionais e a sociedade também se tornarem agentes multiplicadores de direitos, pois, a partir do momento que há uma suspeita e “eu” permaneço “calado” eu sou conivente!”, destacou a assistente social Roberta Braba.

Também foi destacado sobre a importância do trabalho multidisciplinar, da permanência deste diálogo entre as demais secretarias, da realização do encaminhamento, mesmo em caso de suspeita, a realização de estudo de caso no qual é de extrema importância na resolução destes casos e a realização cada vez mais do trabalho preventivo para erradicar este crime terrível que corrompe de forma brutal com a infância destas vítimas.

Vale ressaltar que a Campanha Contra o Abuso e Exploração Sexual à Crianças e Adolescentes será realizada durante todo o ano pelo CREAS e demais Secretarias municipais pois entendesse que criança e adolescente é PRIORIDADE ABSOLUTA.

Nenhum comentário: