Rádio Web MJ

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Secretaria de Saúde promove ações na Semana Mundial da Amamentação 2015

O Município de Campo Alegre em consonância a Campanha Mundial de amamentação está realizando durante toda esta semana ações voltadas para a promoção do aleitamento materno. Todas as unidades básicas de saúde do município promoveram para seus grupos de gestantes do pré -natal atividades voltadas para este tema.

Tendo em vista a importância do aleitamento materno o objetivo destas ações é mostrar às mães as vantagens do aleitamento para o bebê, como a prevenção de doenças e lembrá-las sempre que o leite materno tem todos os nutrientes necessários para um desenvolvimento saudável da criança.

A Secretaria Municipal de Saúde, através do Núcleo de Promoção da Saúde realizou em parceria com a Secretaria de Assistência Social uma reunião com as gestantes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, uma manhã de atividades com palestra ministrada pela Nutricionista Mercia Tavares, orientações sobre a importância da atividade física e influencia no aleitamento materno com o Coordenador da academia de saúde Pedro Temóteo e finalizando com uma dinâmica de socialização do grupo.

A Semana Mundial da Amamentação é realizada sempre no mês de agosto, considerado um mês especial “Agosto Dourado” referência de que a amamentação “vale ouro”, para conscientizar a população mundial dos benefícios e da importância do aleitamento materno, promovida em todo o mundo. O Lema deste ano 2015: “Amamentar e trabalhar: vamos tornar possível!

Os principais objetivos desta campanha são: conectar os esforços de todos os setores, para que permitam às mulheres trabalhar e amamentar em todos os lugares e países; desenvolver ações, por parte dos empregadores, apoiando a família e mães, e incentivar ativamente as mães que trabalham para continuar a amamentar pelo máximo de tempo possível.

A coordenadora da promoção de saúde Nataly Santos, ressalta que todas essas ações sobre a amamentação visam reduzir a mortalidade infantil, pois não só colaboram para prevenir doenças e mortes, mas, sobretudo, contribuem para garantir mais saúde e qualidade de vida para as crianças no presente e no futuro, como adultos.



Nenhum comentário: