Rádio Web MJ

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Campanhas preventivas deixam Campo Alegre fora das áreas epidêmicas de dengue

As frequentes campanhas e ações de combate ao mosquito da dengue no município de Campo Alegre tem tido resultados importantes. Na ultima semana a Secretaria de Estado da Saúde – SESAU, divulgou um panorama das doenças causadas pelo mosquito da dengue (Aedes aegypti) em Alagoas. 

O levantamento tem como base os números apurados este ano no período entre 1 de janeiro e 7 de agosto. O número de casos com suspeita de dengue até agora foram de 17.738 mil, um aumento de 70% em relação ao ano passado. Quatro casos do zika vírus foram confirmados. Porém, a febre chikungunya não foi diagnosticada no estado, segundo os dados.

No levantamento foram mostradas as cidades onde existe um alto índice de dengue, isso devido a falhas operacionais no combate ao mosquito transmissor da doença.

O município não aparece entre as cidades com alto índice de dengue, isso devido as constantes ações como os mutirões de limpeza, o trabalho de coleta seletiva realizado pela cooperativa, o trabalho dos agentes de endemias, e a participação da população que se preocupa com o combate a doença.

Para o sucesso das campanhas, é muito importante que população receba bem os agentes de endemias, e que possam colocar em prática as orientações que recebem adotando medidas para evitar o surgimento de criadouros do mosquito.

A Secretaria Municipal de Saúde vem realizando ações no combate ao mosquito. Já foram realizados mutirões no distrito de Luziápolis, sede do município, Usina Porto Rico, Povoado Chã da Imbira e demais localidades, sendo é feito um trabalho porta aporta onde os profissionais envolvidos passam orientações para os moradores sobre os riscos da doença e de como fazer para evitar que as casas, muros e terrenos baldios se transformem em focos do mosquito da dengue. 

Os mutirões são realizados com o intuito de chamar a atenção da população a cerca de intensificar o controle do mosquito da dengue. Medidas simples que realizadas todos os dias podem evitar que o mesmo possa reproduzir-se e comprometer a saúde da população.

Nenhum comentário: