Rádio Web MJ

segunda-feira, 27 de março de 2017

Escola Municipal João Fernandes Vieira Filho realizou formação para todos os funcionários

A Escola Municipal de Ensino Fundamental João Fernandes Vieira Filho, localizada no Povoado Chã da Imbira, realizou nos dias 24 e 25 de março uma formação para todos os servidores da Instituição de Ensino, cumprindo assim com o que diz na 3ª META PROJETADA PARA O ANO LETIVO DE 2017: PROPORCIONAR ENCONTROS DE FORMAÇÃO E AVALIAÇÃO PARA TODOS OS PROFISSIONAIS.

A formação teve como tema central: EDUCAÇÃO E IDENTIDADE NEGRA e foi baseada no PROJETO INTERDISCIPLINAR: A VALORIZAÇÃO DA CULTURA AFRO-BRASILEIRA E HISTÓRIA DA ÁFRICA NA ESCOLA, que tem como articulador o professor José Benedito da Silva; o objetivo geral é: Resgatar de forma positiva e afirmativa os valores da cultura afro-brasileira e da História da África, sensibilizando todos os envolvidos na educação, para construir novos valores com projetos que visem conscientizar os alunos negros e demais da importância histórica do negro na consolidação da sociedade brasileira.

A justificativa é que diante de séculos de exclusão da comunidade negra nos espaços sociais, da invisibilidade do aluno afrodescendente no chão da Escola e da emergência de políticas educacionais afirmativas para corrigir o fosso construído por uma sociedade de visão eurocêntrica e míope; bem como, da inércia e morosidade frente às Leis estabelecidas, como a Constituição Federal de 1988, da LDB (Lei 9.394/96), da Lei 10.639/03 e das Resoluções do CNE. É premente mobilizar forças e os setores sociais que estão imbuídos na construção de uma sociedade mais equitativa, sem segregações; com o objetivo de sensibilizar e resgatar, a importância e a inclusão da cultura afro-brasileira e da História da África nos espaços escolares, pois é na Escola que o aluno constrói seu conhecimento mediado pelos educadores. É na escola onde se amplia a reprodução dos valores produzidos pela sociedade ainda, já que é na escola que o aluno passa boa parte do tempo, ou seja, é a segunda instância.

É nesse espaço de vital importância que deve ser edificada a conscientização de políticas afirmativas para o negro, para aqueles que sofrem algum tipo de preconceito, é nesse espaço que devem acontecer debates, seminários, palestras, que sejam construídos documentos a partir dos alunos que visem erradicar os preconceitos, as mentiras, as perversidades praticadas contra os negros ao longo dos séculos de História.

O tema central foi divido em três subtemas, sendo eles: PROCESSO HISTÓRICO: ENSINO DE HISTÓRIA DA ÁFRICA/BRASIL PARA O ENSINO FUNDAMENTAL que teve como formadora a Professora Mestra Irani Neves; PRÁTICAS PEDAGÓGICAS – INFANTIL E EJA ficou por conta da Professora Doutora Clara Suassuna Fernandes que atualmente é professora do Departamento de História da UFAL e Coordenadora do Curso de Licenciatura; o outro subtema trabalhado foi RELAÇÕES DE PODER NA FORMAÇÃO DA SOCIEDADE BRASILEIRA que teve como formador o Professor Mestre Zezito de Araújo que atualmente é Coordenador de Educação Escolar Quilombola na Secretaria de Educação do Estado de Alagoas, professor das disciplinas: História da África, Etnografia e Etnologia, Relações Étnico-Raciais em Sala de Aula, História de Alagoas e História do Nordeste.

Além dos profissionais da Escola João Fernandes participaram também da formação algumas técnicas da Secretaria Municipal de Educação de Campo Alegre: Taysa Kawanny Ferreira Santos, Marice Rocha Barbosa e Maria Irisdelma da Silva Gomes.

A Secretária Municipal de Educação Maria Josineide Vasconcelos Granja visitou a Escola e na oportunidade parabenizou a todos pelos grandes avanços que a referida Instituição vem alcançando ao longo dos anos, não só no IDEB – Índice de Desenvolvimento de Educação Básica, mas também em outros aspectos. 

A prefeita Pauline Pereira também fez uma visita acompanhada de alguns representantes do poder legislativo e secretários municipais.

A Equipe Gestora e Pedagógica da Escola João Fernandes é representada por Sueli Roberto de Paiva Correia, Edivaldo de Medeiros Silva e Jidelma Gomes de Oliveira. A formação contou com o apoio da Secretaria Municipal de Educação, Prefeitura Municipal de Campo Alegre e do Vereador G Correia.
 

Nenhum comentário: