Rádio Web MJ

domingo, 27 de dezembro de 2015

Thallyson tem proposta do Atlético-PR, mas Fortaleza não libera o jogador sem multa

Lateral-esquerdo, que pertence ao Flamengo, tem pré-contrato com o clube cearense e quer defender o Furacão. Leão diz que não libera sem multa do pré-contrato

O lateral-esquerdo Thallyson não vai vestir a camisa do Fortaleza em 2016. Pelo menos é o que garante o empresário do atleta. O jogador assinou um pré-contrato com o time cearense no começo de dezembro, mas tem grandes chances de acertar com o Atlético-PR para a próxima temporada. O ala pertence ao Flamengo, com quem tem vínculo até o dia 10 de janeiro, mas há algum tempo não faz mais parte dos planos do time carioca. O Fortaleza, por outro lado, garante que não libera o jogador sem o pagamento da multa do pré-contrato.

Em entrevista o diretor de futebol do Leão, Marcelo Paz foi direto ao comentar sobre a situação. 

- O Thallyson tem contrato com o Flamengo até 10 de janeiro. Tinha um pré-contrato assinado com o Fortaleza. O Flamengo não iria renovar o contrato com ele. Nós estamos seguros juridicamente, com o pré-contrato, de que ele ficaria no Fortaleza. Ontem (sábado), ele nos procurou dizendo que não ficaria, que teria um contato supostamente com o Atlético-PR por salário maior. Não iremos liberar. Somente se pagar a multa do pré-contrato. Fizemos tudo certo, ele fez os exames, se apresentou, treinou no Pici. Mas não treinou ontem e somente treinará quando isso se resolver. Estamos seguros e não vamos liberar. Eu defendo o Fortaleza e o torcedor não pode pensar que temos um clube com bagunça. Não liberaremos - afirmou o dirigente.

Thallyson fez 12 partidas com a camisa do Fortaleza na Série C do Brasileiro deste ano, marcando um gol. Ele, que tem 24 anos, se firmou na posição, fez boas atuações e deixou Radar na reserva do Tricolor na terceira divisão. O empresário do atleta, Diogo Silva, garantiu que o jogador não vai atuar mais pelo Fortaleza. Ele afirmou que a multa do pré-contrato é de R$ 200 mil.

- Estamos iniciando as tratativas com o Atlético-PR e só dependemos de uma liberação do Fortaleza. Temos um bom relacionamento com a presidência e a diretoria, vamos buscar uma saída amigável e ver o que pode ser feito. Acredito que em uma conversa dentro de um meio termo, as coisas vão se acertar. O atleta tem interesse em vestir as cores do Atlético-PR e não joga mais pelo Fortaleza - disse o procurador ao GloboEsporte.com.

Imbróglio no ASA e aposta no flamengo

Thallyson Augusto Tavares Dias nasceu em Campo Alegre, no interior de Alagoas, e assinou o primeiro contrato profissional com o CSA, onde foi foi vice-campeão do Campeonato Alagoano sub-17 (2008) e campeão do sub-18 (2009). De lá seguiu para a base do ASA-AL. Canhoto, começou no futebol atuando como meia pela esquerda, mas fez boas apresentações improvisado na lateral. Assim, ganhou a condição de titular. Ele participou, em dois anos de carreira, das finais do Nordestão de 2013, de partidas contra grandes clubes na Copa do Brasil e também disputou a Série B nacional. Após deixar o ASA, o jogador acionou a Justiça para receber salários atrasados, segundo o lateral.

O jogador foi contratado pelo Flamengo no fim de 2014 como aposta do ex-técnico Vanderlei Luxemburgo, e apresentado no início de 2015. Porém, acabou não agradando a comissão técnica. Com a chegada de Cristóvão Borges, sua situação continuou a mesma e ele acabou sendo liberado para negociar com outro clube. O começo do camisa 16 no Fla, no entanto, foi animador. Com gols e assistências nas primeiras atividades da pré-temporada, assumiu a vaga de titular enquanto Anderson Pico recuperava a forma física, mas foi caindo de rendimento. Nas oportunidades que teve nos jogos, mostrou nervosismo e irritou a torcida, que não poupou vaias ao lateral.

Sem espaço no Rubro-Negro carioca, o jogador foi emprestado ao Fortaleza, onde jogou até novembro. Caso Thallyson seja confirmado no Atlético-PR, ele terá a concorrência de Roberto e Sidcley, além de Matheus Ribeiro, que também pode atuar no setor. O Furacão não se pronuncia sobre negociações.

Com Globoesporte.com

Nenhum comentário: