Rádio Web MJ

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Iniciativa de atendimento odontológico domiciliar de Campo Alegre destaca-se em Brasília

Proposta ficou entre os 12 indicados para apresentação de um total de 178 projetos inscritos

Na ultima semana representantes da Secretaria Municipal de Saúde de Campo Alegre participaram em Brasília da apresentação da experiência bem-sucedida que proporcionou o atendimento odontológico domiciliar no município de Campo Alegre. O projeto foi apresentado durante o 10º Encontro de Experiências Exitosas realizado em Brasília nos dias 8 e 9 de dezembro.

A apresentação foi realizada pelo dentista Franklin Regazonne, que realiza o atendimento nos lares da cidade. “A experiência tem se mostrado muito positiva e criou um ambiente de confiança e integração entre os agentes públicos de saúde e a população”, ressaltou o dentista.

Também presente a coordenadora de saúde bucal do município, Tereza Cristina Rocha destacou que o reconhecimento feito pelo Ministério da Saúde é um mérito de toda a equipe do programa. “Esses profissionais tem dedicado a sua missão de cuidar das pessoas e tiveram seu esforço reconhecido tanto pela gestão pública quanto pela população”, enfatizou.

A assessora responsável pelo Programa Estadual de Saúde do Idoso, Elizabete Toledo, ressaltou o pioneirismo e efetividade da ação realizada pelos profissionais de saúde bucal no município de Campo Alegre. “Com a ação pode-se levar o atendimento odontológico para os lares da cidade ajudando as pessoas que possuíam dificuldade de locomoção”, explicou à assessora.

Em Campo Alegre foi criado um consultório portátil que é levado pelos profissionais para as residências. O esforço é pioneiro no País e trouxe mais saúde e qualidade de vida para a população.

O projeto foi reconhecido pelo Ministério da Saúde que o classificou, para a apresentação no encontro, como uma das 12 melhores experiências inscritas, de total de 178. O reconhecimento do governo federal mostra que com trabalho sério e a parceria entre Estado e municípios, pode-se evoluir na assistência a saúde a todos os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Nenhum comentário: