Rádio Web MJ

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Técnicos das secretarias de Educação e Saúde participam de capacitação do Programa Saúde na Escola

Na última sexta-feira, 19 de maio, o técnico da Secretaria Municipal de Educação Henrique Matias e a técnica da Secretaria Municipal de Saúde, Ilane Apolinário, responsáveis pelo Programa Saúde na Escola – PSE, participaram da oficina de Capacitação do Programa Saúde na Escola – PSE, realizado no auditório do Centro de Referência Estadual em Saúde do Trabalhador, em Maceió, com a finalidade de esclarecimentos a respeito da Adesão 2017 ao programa. Na ocasião, estiveram reunidos 28 municípios alagoanos e que fazem parte da 4ª, 5ª e 6ª Região de Saúde do Estado.

A adesão é uma formalização de pactuação de compromissos a serem firmados entre os secretários municipais de saúde e educação com os Ministérios da Saúde e da Educação. A adesão ao Programa ocorre a cada dois anos.

O Programa Saúde na Escola – PSE foi instituído em 2007, e implantado no Município de Campo Alegre desde o ano de 2013, sendo o mesmo, uma política intersetorial da Saúde e Educação, voltada às crianças, adolescentes, jovens e adultos da educação pública brasileira que se unem para promover saúde e educação integral.

A capacitação foi Coordenada pelos Representantes das Secretarias de Estado da Saúde e da Educação, através de: Eloy Yanes – Coordenador Estadual do PSE/ Saúde e Elineusa Crescêncio/Educação, bem como de Rosa Emília, Técnica da SUEPS, onde abordaram os objetivos do programa, prazos de adesão, as metas a serem atingidas e o período de validade do programa.

De acordo com a técnica Ilane Apolinário, “o PSE é uma estratégia para integração e articulação permanente entre as políticas e ações de educação e de saúde com a participação da comunidade escolar, envolvendo as equipes de Saúde da Família- PSF e da Educação Básica”.

O referido Programa tem como objetivo a integração e articulação das Redes Públicas de Ensino, por meio de ações intersetoriais entre o Sistema Único de Saúde e as Redes Públicas de Ensino, através de iniciativas que preveem ações para acompanhar as condições de saúde dos educandos por meio de avaliações e orientações, fortalecendo o enfrentamento de vulnerabilidades que possam comprometer o pleno desenvolvimento educacional.

Na oportunidade, o representante da SEMED, Henrique Matias ressaltou a necessidade de articulação entre Escola e Rede Básica de Saúde e que o PSE é uma estratégia de integração da saúde e educação para o desenvolvimento da cidadania e da qualificação das políticas públicas brasileiras. “Sua sustentabilidade e qualidade dependem de todos nós”, destacou Matias.

Nenhum comentário: