Rádio Web MJ

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Prefeitura de Campo Alegre apóia a realização do Movimento Compre do Pequeno Negócio

No Dia da Micro e Pequena Empresa, lembrado nesta segunda-feira 05 de outubro, A Prefeitura Municipal de Campo Alegre através da Secretaria Municipal de Indústria, Comercio, Trabalho e Ensino Profissionalizando e Sala do Empreendedor em parceria com o SEBRAE/AL realizou nesta segunda-feira 05 de outubro o MOVIMENTO COMPRE DO PEQUENO NEGÓCIO, a campanha que incentiva os consumidores a comprar produtos e serviços de pequenos negócios. A data em que se comemora a aprovação do Estatuto das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte. O Dia da Pequena Empresa foi criado para ser um ato de cidadania.

Durante o evento o grupo de artesãs de Campo Alegre e as mulheres da Cooperativa das Doceiras de Campo Alegre também comercializaram parte de sua produção no evento. Ainda foi realizada palestra com Tatiana Eigler – Analista Técnica do SEBRAE/AL, Francisco Joaquim – Secretario Municipal de Indústria e Comercio, Denis Souza – Agente de Desenvolvimento, Cristina Roberto – Responsável Pela Sala do Empreendedor, Exposição de Produtos dos Comerciantes Local, Artesãs e Mulheres Profissionalizadas pelo SENAR em Industrialização de doces.

O evento contou com a presença da população, empresários, Poder legislativo e Secretários Municipal.
Ao valorizar o comércio local, promove-se o desenvolvimento social, já que o consumidor ajuda no fortalecimento dos pequenos negócios e, consequentemente, há estímulo para a empresa inovar, melhorar seu desempenho, diversificar a oferta de produtos e aperfeiçoar o atendimento. 

Os pequenos negócios fazem parte do cotidiano de todos os brasileiros. A padaria da esquina, o mercadinho, a borracharia, a lanchonete, a loja de calçados e uma infinidade de outros produtos e serviços estão ao seu alcance e contam a história de sua cidade.

Os empreendimentos locais são também a base da economia brasileira, apresentando 98% do universo empresarial do país e respondendo por 27% de tudo o que é produzido. São esses segmentos os grandes responsáveis pela distribuição de renda e pelo equilíbrio social, contribuindo com 52% dos empregos gerados no Brasil e por 40% da massa salarial.

Comprar do pequeno negócio faz o dinheiro circular na cidade, o que propicia mais desenvolvimento local.



Nenhum comentário: