Rádio Web MJ

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Secretaria de agricultura faz visita técnica em plantios de soja no município de Campo Alegre

Para conhecer de perto o início do cultivo de soja e milho em Alagoas, durante a safra 2017, a Secretaria da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri), promoveu na terça-feira (20), uma visita técnica em Coruripe, Campo Alegre e Limoeiro de Anadia.  O encontro reuniu produtores, técnicos, pesquisadores e representantes do Sebrae, Banco do Nordeste e do Banco do Brasil.

A caravana, coordenada pelo secretário Álvaro Vasconcelos e pelo presidente da Comissão de Grãos, Hibernon Cavalcante, visitou o local produção de de soja, em Campo Alegre.

O secretário da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura, Álvaro Vasconcelos, destacou a importância da visita técnica, reconhecendo o bom desempenho da safra da soja e do milho nos últimos dois anos, para a política de diversificação das atividades agrícolas em Alagoas.

“Alagoas já é destaque no cenário nacional no cultivo de soja e milho e isso representa mais geração de emprego e renda, dentro da diversificação de cultura, cumprindo assim uma determinação do governador Renan Filho para o desenvolvimento do Estado”, assegura o secretário Álvaro Vasconcelos.

Para Hibernon Cavalcante, a produção de milho é um ponto positivo para o Estado, notadamente na produção de sementes de milho do tipo variedade e cultivar, ambos recomendados para cultivo em solo alagoano, seja em renovação de cana de açúcar ou como cultura.

Hibernon destaca ainda que o Governo de Alagoas merece destaque pela atração de produtores de alta tecnologia, vindo de outros estados, servindo de exemplo para regiões com dificuldades na permanência da cultura da cana de açúcar.

“Isso serve tanto pela desativação de unidades industriais ou pela logística de transporte em relação às usinas remanescentes pós-crise”, afirma o superintendente da Seagri.

Em área de renovação da cana, medindo 200 hectares, marca a diversificação da cultura de cana-de-açúcar com excelente adaptabilidade para o plantio da soja na região. A produção tem obtido sucesso, atingindo entre 30 a 40 sacas por hectare, dependendo da variedade.

 “A escolha pela soja se deu pelo fato de ser a melhor cultura para se plantar em Alagoas, porque além de vantajosa economicamente tem excelente produtividade em conjunto com a cana-de-açúcar”, destaca Everaldo Tenório, proprietário da Fazenda Ribeira.

Nenhum comentário: