Rádio Web MJ

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Vacinação contra o H1N1 terá início nesta segunda-feira 25 nos postos de saúde de Campo Alegre

A Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza vai priorizar crianças, gestantes, mulheres que deram a luz em até 45 dias, idosos e indígenas. 

A Secretaria Municipal de Saúde de Campo Alegre divulgou o calendário e os locais de vacinação nas unidades de saúde do município que vão atuar contra o vírus da gripe H1N1. A vacinação em todo o país está prevista para acontecer na próxima segunda-feira (25).

A Coordenação municipal de imunização informa que a vacinação para os grupos prioritários em Campo Alegre acontecerá em todas as Unidades Básicas de Saúde.

A Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza vai priorizar crianças, gestantes, mulheres que deram a luz em até 45 dias, idosos e indígenas

Trabalhador da área de saúde dos serviços públicos e privados, nos diferentes níveis de complexidade também têm de ser imunizados. A vacinação para essas pessoas já aconteceu durante a última semana.

Indivíduos com 60 anos ou mais deverão receber a vacina. Povos indígenas a partir de seis meses de idade também devem ser imunizados.

Segundo a coordenação, devem ser vacinadas pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independentemente de idade, conforme determinação do Ministério da Saúde.

Essa população precisa levar um atestado do médico expondo à sua situação que deverá ficar de posse do vacinador para anexar o relatório diário entregue à SMS.

Pacientes já cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do SUS devem se dirigir aos postos que estão cadastrados para receberem a vacina. Caso no local do atendimento onde são atendidos regularmente não tenha um posto de vacinação, devem buscar a prescrição médica na próxima consulta onde estiver agendada, visando garantir esse documento.

Pacientes que são atendidos na rede privada ou conveniada, também devem buscar a prescrição médica e apresentá-la nos postos de vacinação.

Nenhum comentário: