Rádio Web MJ

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Campo Alegre realizou o primeiro Seminário Ser Adolescente e debate protagonismo juvenil

Durante a manhã da ultima quarta-feira dia 30 de março, a Prefeitura de Campo Alegre através do Núcleo de Cidadania do Adolescente - NUCA, realizou o I Seminário Ser Adolescente.

Com o objetivo de apresentar aos adolescentes de Campo Alegre quais os objetivos do NUCA, como também, fazer o convite para que os mesmos também participem, o Seminário se constituiu em um ambiente para integração, discussão e troca de ideias.

O Seminário teve a participação dos adolescentes das Escolas Municipais: João Rogério dos Santos, Hidelbrando Veríssimo Guimarães, João Fernandes Vieira; das Escolas Estaduais Dom Constatino Luers e Escola do Estado de Luziápolis; e do Colégio Recanto Feliz. Estiveram presentes ainda, jovens dos três Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (Sede, Chã da Imbira e Luziápolis) e do Instituto Céu Aberto.

O seminário contou ainda com a presença da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direito à Cidadania, Isys Roberta Maynart, como também dos Conselhos Tutelares de Campo Alegre e Luziápolis, e representação da Secretaria da Mulher.

Os adolescentes do NUCA, coordenados pelo Orientador Social Luan Ribeiro, fizeram uma apresentação cultural através da música "Como Nossos Pais".

Depois da apresentação, os grupos seguiram para as discussões das temáticas:

1 - Desenvolver o autoconhecimento, a autoconfiança e autoestima. Mediada por James Cavalcante;

2 - Adotar atitude saudável pela prática de esportes. Mediada pelo professor Cleiber Meireles;

3 - Saber prevenir-se das doenças em geral e proteger os outros e a si mesmo das DST/AIDS. Mediada pela enfermeira Louise Caroline;

4 - Desenvolver preferências estéticas e sensibilidade cultural e artística. Mediada pela professora Kawanny Ferreira.

Os adolescentes tiveram cerca de uma hora para realizar as oficinas e apresentar a devolutiva para os demais. Os grupos usaram a criatividade e cada um ficou livre para apresentar da maneira que achasse mais viável.

O grupo 1 realizou apresentação teatral; o grupo 2 representou a diversidade de esportes que podem ser praticados, visando principalmente a saúde; já o grupo 3 utilizou tanto a paródia como a apresentação cultural para explicar aos demais a importância da auto prevenção; e por fim, o grupo 04 elaborou poesias e apresentou-se através do teatro erudito.

A articuladora municipal do Selo UNICEF, Janaina Matias, avalia o evento de maneira positiva. "Conseguimos reunir cerca de 250 adolescentes, tanto da zona urbana quanto rural do município, dispostos a discutir temas de extrema relevância para a sociedade. Tornar o jovem protagonista e ser político, que discute e constrói ideias, é um grande passo para constituição de uma sociedade mais justa e menos desigual", disse.



Nenhum comentário: