Rádio Web MJ

terça-feira, 3 de março de 2015

Secretarias realizam Ações Preventivas no Controle do Cio Canino no Município de Campo Alegre

A Secretaria Municipal de Agricultura e do Meio Ambiente de Campo Alegre em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde através do Núcleo de Promoção da Saúde, representado pela coordenadora Nataly dos Santos, realizou no período de 23 de fevereiro a 02 de março de 2015, mais uma etapa dos trabalhos preventivos sobre o controle de natalidade das cadelas errantes do município.

Mais uma vez as comunidades dos povoados Pimenteira e Belo Horizonte, além dos moradores do centro urbano e dos Conjuntos Habitacionais Olival Tenório Costa e Sebastião Oliveira Gomes, ajudaram na captura dos animais para as aplicações das vacinas contra o cio canino. A participação dos moradores contribuiu para o aumento do resultado final, considerado pela equipe coordenada pelo técnico em agropecuária, Luiz Lorhans, como sendo muito produtivo.

Durante a campanha foram também percorridos os povoados Mineiro e Chã da Imbira, e o distrito de Luziápolis, sendo essas duas últimas localidades apontadas como os pontos mais críticos em números de cães vadios por região. Foram aplicados medicamentos contraceptivos em 100 cadelas. Isso representa, no mínimo, menos novos 800 animais nas vias públicas.

Tentando solucionar o problema da proliferação desenfreada e do surgimento de animais advindos doutros municípios, além das questões que tratam do abandono e dos maus tratos acometidos a esses animais, e também, da criação e atuação legal de uma ONG que possa defendê-los, a Secretaria de Agricultura e do Meio Ambiente formulou um “Projeto Lei” que abrange as possíveis soluções para todos esses contextos, obtendo, diante das prováveis aprovações dos poderes executivo e legislativo municipais, total acompanhamento dos órgãos responsáveis pelas fiscalizações e aplicação das penalidades previstas nos artigos do projeto supracitado, no intuito de coibir e punir com rigor quaisquer eventuais abusos a tudo que se refere ao meio ambiente. “Dentro de muito pouco tempo, assim como já acontece em outros estados da federação e em alguns lugares do mundo, todos os nossos cães domésticos e errantes serão monitorados através de microchip.” – disse Leonardo Monteiro, Secretário de Agricultura do Município de Campo Alegre.

O município de Campo Alegre caminha para ser em Alagoas, o primeiro município a implantar e a executar ações como essas.


Nenhum comentário: