Rádio Web MJ

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Campo Alegre sedia formação continuada em letramento em língua portuguesa e matemática

A formação está sendo ofertada aos educadores Ensino Fundamental Anos Iniciais dos municípios de Campo Alegre, Junqueiro e Teotônio Vilela

Pensar em politicas de valorização dos profissionais da educação sempre foi e é uma meta da administração da Prefeita Pauline Pereira, dentro desta perspectiva, teve inicio nesta quinta-feira 03 de agosto mais uma Formação Continuada para todos os professores do Ensino Fundamental Anos Iniciais da Rede Pública Municipal de Ensino.

A formação está sendo organizada pela Secretaria Municipal de Educação de Campo Alegre, em parceria com as Secretarias de Educação de Junqueiro e Teotônio Vilela, que em consonância escolheram os nomes das professoras Doutora Ana Ruth Starepravo para o Letramento em Matemática e Doutora Sandra Bozza, para o Letramento em Língua Portuguesa. Ambas, formadoras de renome, a nível nacional.

A Formação acontecerá em 02 (dois) módulos, 01 (um) de Língua Portuguesa e 01 (um) de Matemática. Distribuídos em 08 (oito) encontros, conforme previsão das datas, abaixo:

Formação em Letramento em Matemática
Dias 03 e 04 de agosto/2017
Dias 21 e 22 de setembro/2017

Formação em Letramento em Língua Portuguesa
Dias 24 e 25 de agosto/2017
Dias 14 e15 de setembro/2017

O primeiro módulo da Formação está sendo ministrado pela Professora Doutora Ana Ruth Starepravo, que propõe uma reflexão sobre as limitações do modelo clássico de ensino de matemática e as principais causas dos baixos índices de aprendizagem, além de criar um espaço para estudo e discussão dos fundamentos teóricos da Didática da Matemática, dando oportunidade aos professores de conhecer e vivenciar propostas de intervenção na área.

A formadora aposta em uma metodologia de situações problema, desafios que instiguem os alunos a descobrir conceitos, de forma que o conhecimento seja um jogo de descoberta, tentativa e erro.

“Não estamos colocando problemas para os nossos alunos e sim exercícios de fixação. Ao serem apresentados a um problema de matemática, os alunos não agem como se aquilo fosse de fato um problema a ser resolvido e sim uma questão que precisa ser respondida, solucionada com o uso de operações e fórmulas”, frisou a Professora Ana Ruth.

As Secretárias Municipais de Educação dos três municípios estão entusiasmadas com a parceria firmada com as professoras formadoras, pois acreditam ser mais um avanço para identificar e consequentemente melhorar os baixos índices de aprendizagem nos municípios.
 

Nenhum comentário: