Rádio Web MJ

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Estiagem: Análise mostra que poços artesianos de Campo Alegre estão com capacidade 30% menor

Ainda nem começou o verão, mas os reflexos da estiagem já começam a ser notados no município de Campo Alegre pelo baixo nível dos poços artesianos que abastecem os domicílios campo-alegrenses.

Recentemente o SAAE em parceria com a Secretaria Municipal de Infraestrutura fizeram análises em alguns poços artesianos, o que foi detectado uma vazão 30% menor, o que vem causando problemas no abastecimento de água em algumas ruas e regiões do município, pois de acordo com a equipe técnica, as bombas não conseguem trazer a água a superfície com a mesma pressão, refletindo na quantidade de água distribuída nas redes de abastecimento.

Encontrar soluções para melhorar o sistema de abastecimento de água do município é um dos grandes desafios a ser enfrentado pela Prefeitura Municipal e SAAE nos próximos anos, onde desde o ano passado, a Prefeitura vem realizando estudos e projetos na região para implantação de duas adutoras, uma que vai abastecer ao Povoado Pimenteira, Conjunto Sebastião de Oliveira Gomes e Olival Tenório. A captação acontecerá no Rio Caboatã e a ETA (Estação de tratamento de água) na área urbana do Sebastião de Oliveira Gomes.

A outra adutora que atenderá o Povoado Chã da Imbira a captação será pelo lago formado pelos riachos Caboatã e Manibu e a ETA será na parte urbana do Povoado Chã da Imbira.

Os projetos já foram concluídos e aguardam a liberação de recursos por parte do Governo Federal para a execução e solução do problema de abastecimento de água aos campo-alegrenses.

Nenhum comentário: