Rádio Web MJ

terça-feira, 23 de junho de 2015

Plano Municipal de Educação é aprovado pela Câmara de Vereadores de Campo Alegre

A Câmara Municipal de Campo Alegre/AL aprovou durante a sessão ordinária realizada nesta terça-feira, dia 23 de Junho de 2015, o Plano Municipal de Educação que irá direcionar as ações educacionais na cidade pelos próximos dez anos. No texto aprovado, foram retirados os termos "ideologia de gênero" e "orientação sexual" nas escolas.

Pelo projeto, fica proibido no âmbito das unidades da rede oficial e da rede particular, a elaboração, produção, distribuição e utilização de materiais de referencias de cunho sexual, afetivo ou de gênero.

Na Pauta, além da aprovação do Plano Municipal de Educação (PME), ainda foi aprovado em 2ª votação, por unanimidade, o Projeto de Decreto Legislativo nº. 001/2015 de autoria da vereadora Kellyn Rafaella (PSB), que concede Título de Cidadã Honorária do Município de Campo Alegre a senhora Id Correia Amorim Nascimento, Diretora Médica da Unidade Mista Senador Arnon de Melo.
Entrou em apreciação o Projeto de Lei nº. 023/2015 de autoria do vereador José Correia, o "Jura" (PSDB), que determina que os Bancos disponibilizem em suas Agências no Município de Campo Alegre, água potável e banheiros para os clientes durante o atendimento.

Após aprovação das matérias, foram convidados para compor a mesa, a Secretária Municipal de Educação, Maria Josineide Vasconcelos Granja, o Presidente do (CME) - Conselho Municipal de Educação, professor Lucas Rinaldo e o Coordenador Geral do (FME) – Fórum Municipal de Educação, professor Ednaldo Cavalcante. Também marcaram presença mais uma vez na galeria do plenário da Casa Vereador Sebastião de Oliveira Gomes, vários profissionais da Educação, que fizeram questão de acompanhar do início ao fim a sessão e consequentemente a aprovação do PME.

A Secretária de Educação do Município, Maria Josineide Vasconcelos Granja, destacou que o PME foi construído pelo Poder Público e a Sociedade Civil, onde foram envolvidas mais de 700 pessoas na análise de um diagnóstico da realidade do município de Campo Alegre e no estabelecimento de metas e estratégias que irá fazer com que a população nos próximos dez anos tenha uma educação digna e inclusiva com respeito à diversidade e aos direitos humanos.

"Se trata de um documento de tamanha importância para a evolução do município de Campo Alegre", afirmou a Secretária de Educação.

A Secretária Municipal de Educação enfatizou que agora com a aprovação, o PME será efetuado e terá que haver um monitoramento diário para que todas as metas sejam realmente executadas e alcançadas.

‘’Tenho certeza, que nós teremos nesses próximos dez anos uma Educação que realmente irá dignificar essa população, nós teremos uma Educação Pública de qualidade, porque pra isso temos uma prefeita, uma equipe de gestores, legisladores e a população em geral trabalhando para que isso aconteça’’, ressaltou.

Finalizando o seu pronunciamento a Secretária parabenizou o Legislativo campo-alegrense pela participação no processo de construção do Plano Municipal de Educação.

O Presidente do Conselho Municipal de Educação (CME), professor Lucas Rinaldo, utilizou a tribuna do parlamento municipal para tão somente agradecer a todos que participaram desse grande processo de construção do Plano Municipal de Educação.

Na oportunidade, fez um agradecimento especial a Câmara de Vereadores por contribuir, colaborar e fomentar, onde lembrou que nos últimos dias os vereadores preocupados com o bem da sociedade e da educação de Campo Alegre promoveram vários debates para discutir amplamente o Projeto e garantir o melhor para o município. 

"Campo Alegre está de parabéns, porque exerceu o processo democrático", assegurou Lucas.

O Coordenador Geral do Fórum Municipal de Educação, professor Ednaldo Cavalcante, iniciou seu discurso afirmando que, para ele, é motivo de muito orgulho e felicidade, pois com a aprovação desse Projeto, o município dá um salto para o futuro, aprovando portanto o primeiro Plano Municipal de Educação de Campo Alegre.

"O trabalho inicia-se hoje, a partir do momento em que esse Plano foi aprovado. É bastante importante que não deixemos nenhuma das metas e das estratégias virarem letras mortas, que estejamos acordados e acompanhando, que o PME seja uma cartilha do nosso dia-a-dia. Todas as metas e estratégias desse plano, servirá para desenvolver ainda mais o município de Campo Alegre", afirmou Ednaldo Cavalcante.

Em seguida, os vereadores: Jura, Kellyn, G. Correia, Van do Careca e a presidente da Casa, Jeane Nascimento, praticamente discursaram a favor do PME, porém sem as questões de ideologia de gênero, foram categóricos em suas falas, afirmando que, se o PME fosse aprovado com esses termos, seria contra os princípios da família e, portanto iria ferir a sociedade como um todo. Ainda parabenizaram a todos os envolvidos na construção deste importante documento.

Com ASCOM-CMCA


Nenhum comentário: