Rádio Web MJ

terça-feira, 2 de junho de 2015

Escolas de Campo Alegre desenvolvem ações do projeto Lixo no Lixo nossa cidade no capricho

A formação de cidadãs e cidadãos conscientes em suas relações com o meio ambiente é parte de uma das tarefas da Educação Ambiental, esta por sua natureza interdisciplinar, abrange as várias disciplinas do currículo escolar e é cada vez mais um trabalho necessário nas escolas, considerando-se os graves problemas ambientais que nos atingem em vários níveis.

A cultura do consumismo cresce em níveis superiores aos da educação ambiental. O consumo sem reflexão tem transformado a realidade ambiental das mais longínquas comunidades. A geração de toneladas e mais toneladas de “lixo”, tem causado inúmeros problemas que estão na sua maioria, intervindo negativa e diretamente na qualidade de vida dos seres humanos e comprometendo seriamente o futuro do planeta.

Mesmo sendo ignorado pela maioria da população um dos maiores problemas que a humanidade enfrenta, são os que se relacionam com a qualidade do meio ambiente, justamente no que se refere ao aumento da geração, coleta e destino final dos resíduos sólidos ou, simplesmente, lixo.

Sensibilizada e preocupada com a realidade ambiental local a Secretaria Municipal de Educação de Campo Alegre - SEMED, por meio da Coordenação de Meio Ambiente tem se empenhado em despertar a preocupação individual e coletiva dos profissionais da educação e estudantes da rede pública municipal de ensino, quanto às questões ambientais. Para tanto, a SEMED vem desenvolvendo desde o mês de abril, em todas as escolas da Rede Municipal de Educação o Projeto Lixo no Lixo Nossa Cidade no Capricho, sob a coordenação da Professora Maria Antônia Teixeira, em parceria com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, através do seu secretário Leonardo Monteiro e com a colaboração da Professora de Ciências, Cássia Maria Santos da  Escola Monsenhor Hildebrando Veríssimo Guimarães.

Este projeto tem como objetivo sensibilizar a população educacional campo-alegrense sobre  a gravidade da  produção de lixo pelos seres humanos através de ações educativas que visam estimular a prática  da coleta seletiva, o reaproveitamento dos materiais recicláveis, possibilitando a redução dos resíduos sólidos e a correta destinação destes em nosso município. O mesmo está sendo desenvolvido através da realização de palestras, diagnóstico dos problemas ambientais existentes no espaço escolar, mobilização da comunidade escolar para reduzir o consumo de materiais como: copos e todos os tipos de materiais descartáveis, folhas dos cadernos, lápis, materiais usados na secretaria (folhas, toners, etc) e por fim através da implantação da coleta seletiva nas escolas que possibilitará o reaproveitamento de alguns  matérias coletados e outra parte será  doada a cooperativa de catadores do município.

A professora Josineide Granja secretária Municipal de educação falou sobre a importância da inclusão do tema na rede municipal de ensino, “sabemos que o problema do lixo é muito amplo, temos esperança que atitudes como essas possam contribuir de forma expressiva para a mudança de comportamentos e hábitos dos integrantes de nossa sociedade”, salientou a secretária.


Nenhum comentário: