Rádio Web MJ

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

NOTA OFICIAL - AMA

EM DEFESA DOS MUNICÍPIOS E DA POPULAÇÃO, OS PREFEITOS ALAGOANOS, EM ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA, DECIDIRAM PARAR TODOS OS SERVIÇOS,  NO PERÍODO DE 14 A 18 DE SETEMBRO DE 2015. A INTERRUPÇÃO NÃO SERÁ APLICADA A EDUCAÇÃO. NA ÁREA DE SAÚDE,  OS SERVIÇOS DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA ESTÃO MANTIDOS E O SERVIÇO DE LIMPEZA SOFRERÁ REDUÇÃO.

A DECISÃO TEM COMO OBJETIVO ALERTAR A SOCIEDADE PARA A GRAVE CRISE FINANCEIRA PROVOCADA PELAS CONSTANTES REDUÇÕES NO FUNDO DE PARTICIPAÇÃO DOS MUNICÍPIOS, O SUBFINANCIAMENTO DOS 397 PROGRAMAS CRIADOS PELO GOVERNO FEDERAL E OS PISOS SALARIAIS APROVADOS PELO CONGRESSO NACIONAL SEM DEFINIÇÃO DE FONTE DE FINANCIAMENTO.

PARA MANTER A UNIDADE DO MOVIMENTO, A CAPITAL, MACEIÓ E ARAPIRACA, CIDADE PÓLO REGIONAL, ADEREM AOS DEMAIS MUNICÍPIOS, COM PARALISAÇÃO GERAL DE TODOS OS SERVIÇOS, NA SEXTA-FEIRA, DIA 18 DE SETEMBRO, DATA ESCOLHIDA COMO DIA “D” DA MOBILIZAÇÃO MUNICIPALISTA, QUE CONCENTRARÁ PREFEITOS DE TODAS AS REGIÕES DO ESTADO PARA UM GRANDE ATO PÚBLICO.

DURANTE A SEMANA, OS PREFEITOS FARÃO AÇÕES NAS CIDADES PARA DIVULGAR A GRAVIDADE DA SITUAÇÃO.

OS GESTORES TAMBÉM ESPERAM UMA POSIÇÃO FIRME DA BANCADA FEDERAL ALAGOANA- DEPUTADOS E SENADORES- NA DEFESA DA CAUSA MUNICIPALISTA E NÃO PERMITAM QUE PROJETOS COMO REAJUSTES DE SALÁRIOS E PISOS DE CATEGORIAS SEJAM APROVADOS SEM FONTE DEFINIDA DE FINANCIAMENTO. OS PREFEITOS RECONHECEM A IMPORTÂNCIA DOS REAJUSTES, MAS NÃO TÊM COMO SUPORTAR OS ENCARGOS.

MUNICÍPIOS CHEGARAM A EXAUSTÃO DIANTE DO DESRESPEITO A AUTONOMIA   E AO PACTO FEDERATIVO.

Nenhum comentário: