Rádio Web MJ

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Saúde: Município de Campo Alegre foi aprovado no programa Melhor em Casa

O município de Campo Alegre é um dos sete municípios alagoanos que já foi aprovado no Programa de Saúde Melhor em Casa. Para ter equipes do Melhor em Casa, os gestores devem enviar projetos à Comissão Intergestores Bipartite (CIB). Após aprovação, o gestor encaminhará o projeto ao Ministério da Saúde, que fará avaliação técnica e publicará portaria habilitando os municípios.

As equipes do Melhor em Casa são formadas por médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem e fisioterapeuta. Outros profissionais como fonoaudiólogo, nutricionista, odontólogo, psicólogo e farmacêutico podem compor os grupos de apoio. Cada equipe poderá atender, em média, 60 pacientes.

O programa além de buscar reduzir as internações hospitalares em casos de média e baixa complexidade, também deve contribuir na redução de filas nos hospitais de emergência, já que a assistência, quando houver indicação médica, passará a ser feita na própria residência do paciente, desde que haja consentimento da família.
O que é o programa Melhor em Casa

O Melhor em Casa é um programa do Governo Federal com a finalidade de apoiar os municípios a expandir e qualificar a atenção domiciliar no Sistema Único de Saúde (SUS). Entre as vantagens de adesão ao programa, estão a diminuição do tempo de internação e índices de infecção hospitalar e a humanização do atendimento, permitindo que o paciente permaneça em seu lar, perto da família e amigos.
Investimentos

O programa é financiado em 100% pelo Ministério da Saúde. O Governo Federal repassa, por mês, R$ 34,5 mil para o custeio das Equipes Multiprofissionais de Atenção Domiciliar (EMAD) e R$ 6 mil para as Equipes Multiprofissionais de Apoio (EMAP). No entanto, os repasses do Ministério não excluem a possibilidade de aporte de recursos pelos gestores locais.

Nenhum comentário: