Rádio Web MJ

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Esporte: A final do municipal tinha tudo para ser diferente

O campeonato Municipal de futebol de Campo Alegre tinha tudo para terminar de uma maneira diferente, após uma primeira fase sem incidentes, a participação de várias equipes, as torcidas acompanhando os jogos, e o resgate da disputa entre Campo Alegre e Luziápolis, uma proposta de Integração de todo o município, mas a grande final foi lamentável.

No início da competição a Prefeitura Municipal através da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer realizou a distribuição de material esportivo para todas as equipes participantes, melhorou as condições do Estádio Municipal, e em reunião com as equipes definiu o regulamento da competição, além de outras ajudas ao esporte local.

Após meses de disputa chegaram à decisão por mérito as equipes de Cruzeiro x CSL, que com muito respeito de ambas as partes travariam dois duelos entre si para definição do Campeão de 2013, a torcida era que a disputa não ultrapassasse os limites das quatro linhas, que prevalecesse o fair play (jogo limpo) entre as equipes. Mas infelizmente logo na primeira partida um incidente causado pelas torcidas prejudicou as duas equipes. (As equipes foram punidas com a perca do mando de campo, que passou a ser disputado em campo neutro conforme consta em regulamento, medida que também é tomada pelas equipes profissionais a exemplo de Corinthians x Vasco recentemente punidas por conta de torcedores).

Daí ficou definido que a segunda partida aconteceria no campo da Usina Porto Rico. Tudo estava acontecendo bem, foi montado um esquema de segurança, com a presença de três viaturas da Polícia Civil e Polícia Militar além da presença da Guarda Municipal. As duas equipes realizavam um grande jogo dentro de campo, partida emocionante, disputa limpa, torcidas comportadas nas arquibancadas, porém um ato de agressão provocado por um jogador do CSL contra um jogador do Cruzeiro resultou naquilo que todos temiam, o descontrole da situação, o descontrole emocional, uma pancadaria generalizada, que atrapalhou o bom final de uma competição que tinha tudo para terminar de forma diferente.

Eu só tenho a parabenizar aos donos de equipes, aos torcedores que sabem torcer, a organização do evento, pois foi feito tudo que poderia ser feito, porém o ser humano por ser “racional” é o mais difícil dos seres para se lidar, nada que se faça é o bastante, que diga o exemplo de Jesus Cristo, pois nem ele agradou a todos.

Nenhum comentário: