Rádio Web MJ

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos de Campo Alegre realizou a I Reciclarte

O evento contou com apresentações culturais e exposição de trabalhos produzidos pelos grupos do SCFV

O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos de Campo Alegre realizou nesta sexta-feira 21, a I Reciclarte – Exposição sobre Reciclagem e Arte.

O evento foi realizado na praça central da cidade e contou com apresentações culturais dos grupos do SCFV e a exposição de vários trabalhos também produzidos pelos participantes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos de Campo Alegre. A maioria dos trabalhos expostos foram confeccionados através de materiais reciclados. O evento contou também com a apresentação da Guarda Mirim, um projeto desenvolvido pela Secretaria de Assistência Social e Secretaria de Segurança Pública.

O que é o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV)?

O SCFV é um serviço ofertado na Proteção Social Básica, prioritariamente, para crianças e adolescente integrantes do antigo PETI e, portanto, retirados do trabalho infantil. Trabalho social com famílias e acompanhamento familiar por meio do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e após contrarreferenciamento do CREAS, por meio do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

De acordo com a Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais (Resolução CNAS n.° 109/2009) é “o serviço realizado em grupos, organizado a partir de percursos, de modo a garantir aquisições progressivas aos seus usuários, de acordo com o seu ciclo de vida, a fim de complementar o trabalho social com famílias e prevenir a ocorrência de situações de risco social.

O SCFV organiza-se de modo a ampliar trocas culturais e de vivências, desenvolver o sentimento de pertença e de identidade, fortalecer vínculos familiares e incentivar a socialização e a convivência comunitária.

São considerados Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, o serviço para crianças até 6 anos, o serviço para crianças e adolescentes de 6 a 15 anos, o serviço para adolescentes e jovens de 15 a 17 anos e o serviço para idosos.

Todos os serviços de convivência e fortalecimento de vínculos organizam-se em torno do Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif), sendo a ele articulados. Previnem a institucionalização e a segregação de crianças, adolescentes, jovens e idosos e oportunizam o acesso às informações sobre direitos e participação cidadã. Ocorrem por meio do trabalho em grupos ou coletivos e organizam-se de modo a ampliar trocas culturais e de vivências, desenvolver o sentimento de pertença e de identidade, fortalecer vínculos familiares e incentivar a socialização e a convivência comunitária.

Podem ser ofertados nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), em outras unidades públicas ou em entidades privadas sem fins lucrativos, desde que referenciadas ao Cras, sempre supervisionados por uma equipe de profissionais capacitada para atender as demandas específicas de cada faixa etária.



Nenhum comentário: