Rádio Web MJ

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Presidente Dilma anuncia recursos do PAC 2 para obras no Distrito de Luziápolis em Campo Alegre

O anuncio foi feito na manhã desta quinta-feira no Palácio do Planalto em Brasília

A presidente Dilma Rousseff (PT) anunciou, no fim da manhã desta quarta-feira, 24, a disponibilização de recursos do Programa de Aceleração do Crescimento PAC 2  para a realização de obras no Distrito de Luziápolis no município de Campo Alegre. O anuncio foi feito durante a cerimônia de anúncio do resultado da seleção de Saneamento e Pavimentação do PAC 2 no Palácio do Planalto em Brasília.

A prefeita de Campo Alegre Pauline Pereira esteve no evento ao lado do senador Benedito de Lira e do deputado federal Arthur Lira.

Logo após o anuncio da presidente Dilma, a prefeita Pauline agradeceu a todos os que se engajaram para que o município fosse contemplado com os recursos que representa desenvolvimento para o distrito de Luziápolis. “Quero agradecer a nossa equipe de projetos e convênios que não mediram esforços para mais essa conquista, quero também agradecer ao apoio irrestrito do senador Benedito de Lira e do deputado federal Arthur Lira, nossos parceiros de sempre na busca por melhorias para o nosso município”, destacou a prefeita.

Foram aprovados os seguintes projetos para Campo Alegre:
Recursos para pavimentação e qualificação de vias urbanas - R$: 11.250.000,00
Recursos para abastecimento de água - R$ 13.500.000,00
Recursos para esgotamento sanitário - R$ 14.000.000,00

Os recursos para Campo Alegre foram conseguidos por meio do Ministério das cidades que gerencia o PAC 2. O município só pode participar desta seleção beneficiando o distrito de Luziápolis por ter mais de 50 mil habitantes.

Ao todo as propostas selecionadas contemplam 26 estados, o Distrito Federal e 1.198 municípios.

Os recursos serão para pavimentação de 7,5 mil quilômetros de vias e recapeamento e implantação de ciclovias, além de 15 mil quilômetros de calçadas, sinalização, guias rebaixadas para acessibilidade e faixas de pedestres.

De acordo com os dados divulgados pelo governo, serão investidos ao todo R$ 13,5 bilhões. Na área de saneamento, os recursos serão usados para obras de sistemas de drenagem de águas pluviais, redes de abastecimento de água e esgotamento sanitário.

"Esgoto não é magnífico na sua aparência. Esgoto tem que ser bem tratado, coletado e tem que se traduzir em projetos técnicos de alta qualidade", afirmou a presidente.

O PAC 2 é desenvolvido pelo Ministério das Cidades, que financia a execução de obras de asfaltamento, drenagem, implantação de redes de abastecimento de água e coleta de esgoto, construção de passeios com acessibilidade, ciclovias, medidas de moderação de tráfego e sinalização viária.


Nenhum comentário: