Rádio Web MJ

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Prefeita Pauline Pereira participa do lançamento do Programa “Mulher: Viver Sem Violência”

A prefeita de Campo Alegre, Pauline Pereira (PSDB), participou do lançamento do Programa “Mulher: Viver Sem Violência”, que foi aderido pelo Estado de Alagoas. Formalizado em 13 de março de 2013, por meio de acordo de cooperação nº 01/2013. A Técnica na área de diversidade étnico-racial da Secretaria Municipal de Educação, também participou do evento.

A assinatura do termo de adesão ao programa ocorreu na manhã desta quarta-feira 06 de novembro, no auditório Aqualtune, do Palácio República dos Palmares, e contou com a presença da ministra chefe da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, Eleonora Menicucci.
Na ocasião, a ministra entregou duas unidades móveis de atendimento às mulheres em situação de violência no meio rural e anunciou a entrega, em 2014, da Casa da Mulher Brasileira.

Participaram da assinatura do termo de adesão à ministra chefe da Secretária de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM/PR), Eleonora Menicucci; o governador Teotonio Vilela Filho; o prefeito de Maceió, Rui Palmeira; o presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas, desembargador José Carlos Malta Marques; o procurador-geral de Justiça, Sérgio Jucá; e defensor público de Alagoas Daniel Alcoforado .

Também estiveram no evento, a secretária de Estado da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos, Katia Born, a superintendente de Política para as Mulheres, Solange Viégas, os deputados, Gilvan Barros e Ronaldo Medeiros, Juliana Vergetti (Secretaria de Assistência Social de Maceió), Izabelle Alcântara Pereira (Secretaria da Mulher Teotônio Vilela), Dário Cesar (Secretaria de Estado da Defesa Social), Juliana Almeida (prefeita de Mar Vermelho).

Sobre o programa

O programa “Mulher: Viver Sem Violência’’ comporta seis estratégias de ação: Casa da Mulher Brasileira, Ampliação da Central de Atendimento à Mulher (ligue 180), Centro de Humanização do Atendimento às Vitimas de Violência Sexual, Campanhas Continuadas de Conscientização e Unidades Móveis para Mulheres em Situação de Violência no Campo e na Floresta. O programa foi firmado entre a Presidência da República, o Conselho Nacional de Justiça, o Conselho Nacional do Ministério Público e o Conselho Nacional dos Defensores Públicos de Gerais.



Nenhum comentário: