Rádio Web MJ

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Campo Alegre promove ações na Semana de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Criança e Adolescente

A Prefeitura Municipal de Campo Alegre, através da Secretaria de Assistência Social e Direito a Cidadania, o Centro de Referência Especializado em Assistência Social - Creas e os Conselhos Tutelares, aderiu à campanha nacional “Faça Bonito”, que tem como objetivo chamar a atenção da sociedade para a importância da prevenção e do enfrentamento do problema da violência sexual praticada contra crianças e adolescentes no Brasil.

Durante a semana foram realizadas várias ações em alusão ao movimento, como: Blitz na Feira-livre (Campo Alegre e Luziápolis), Palestras nas escolas, Caminhada no Distrito de Luziápolis e Caminhada na sede do município Campo Alegre.

As palestras nas escolas foram realizadas pelo Creas em parceria com o Conselho Tutelar. Na cidade aconteceram palestras nas escolas, Escola Municipal Helenilda Correia de Araújo e na Escola Municipal Monsenhor Hildebrando Veríssimo Guimarães.

As caminhadas aconteceram na quarta-feira dia 14 em Luziápolis e quinta-feira dia 15 em Campo Alegre. Participaram da ação o presidente do Fórum Estadual dos Conselhos Tutelas, Dr. Edmilson Souza, vereadores, secretários municipais, professores e estudantes da rede municipal e estadual.

A campanha tem o slogan “Faça Bonito – Proteja nossas crianças e adolescentes” e tem como símbolo uma flor, como uma lembrança dos desenhos da primeira infância, além de associar a fragilidade de uma flor com a de uma criança. O desenho também tem como objetivo proporcionar maior proximidade e identificação com a causa junto à sociedade.

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes busca manter viva a memória nacional, reafirmando a responsabilidade da sociedade brasileira em garantir os direitos de todas as crianças.

A Campanha
O dia 18 de maio foi escolhido como data nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, porque em 18 de maio de 1973, Araceli Cabrera Sanches, foi vítima de um crime que chocou o país. Ela tinha apenas oito anos de idade quando foi sequestrada, estuprada e morta. O seu corpo, desfigurado por ácido, apareceu em uma movimentada rua de Vitória, Espírito Santo.

Disque Denúncia
O Disque 100 é uma importante ferramenta para que a sociedade denuncie os casos de violência contra crianças e adolescentes e funciona diariamente, inclusive nos fins de semana e feriados. As denúncias recebidas são analisadas e encaminhadas aos órgãos de proteção, defesa e responsabilização, de acordo com a competência e as atribuições específicas, priorizando o Conselho Tutelar como porta de entrada, no prazo de 24 horas, mantendo em sigilo a identidade da pessoa denunciante.








Nenhum comentário: