Rádio Web MJ

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Dia de Corpus Christi é comemorado com a realização da tradicional procissão do tapete em Campo Alegre

Evento religioso reúne milhares de fiéis que mantém a tradição da no município há 31 anos.

Uma tradição criada há 31 anos, vem sendo mantida pela igreja e a população em Campo Alegre, município localizado no agreste alagoano. Todos os anos a população realiza a confecção de um grande tapete decorativo, para na manhã do dia de Corpus Christi, a realização da tradicional procissão do tapete.

Este ano o evento aconteceu na manhã desta quinta-feira, 19 de Junho, onde uma multidão de fiéis participou da celebração da santa missa seguida da procissão. O evento católico já se tornou um dos principais acontecimentos no calendário cultural local.

Antes da procissão aconteceu a celebração da santa missa que como de costume, foi celebrada na Igreja de São Francisco pelo pároco da cidade, padre Cristiano Firmino Nóia e o bispo diocesano Dom Valério Brêda, e em seguida a multidão de fiéis seguiu em procissão percorrendo as principais ruas da cidade enfeitadas pelos belos tapetes, seguindo para a paróquia do Senhor Bom Jesus dos Aflitos, no centro da cidade.

O tapete, com mais de 3,5 km de extensão, é confeccionado à base de pó de serragem, folhas e tintas, mas algumas pessoas usam da criatividade usando outros materiais mais sofisticados. Durante o percurso, belas obras de arte, mensagens religiosas, textos bíblicos e desenhos da fé cristã, tudo com muita criatividade de artistas anônimos que, como misto de fé e tradição, vem mantendo a cada ano o lindo tapete.

Para o professor Jorge Viera da Costa, idealizador do tapete há 31 anos, é um orgulho vê a tradição mantida a cada ano, cada vez mais atraindo mais fiéis, “Me sinto feliz em vê essa demonstração de fé cristã reavivada a cada ano, onde a nossa gente se reúne para manter viva essa bela tradição”, frisou o professor.

História

A confecção do tapete foi trazida ao município pelo professor Jorge Vieira da Costa, no ano de 1983. A tradição começou timidamente em 1983, só com a gravura de um cálice enorme no lado que dava acesso a igreja. No ano seguinte, decorou-se todo o centro ao redor da Praça Padre Cícero, com a representação dos Sete Sacramentos desenhados e nos anos seguintes a comunidade abraçou a ideia, que a cada ano vai se aperfeiçoando e revelando belas obras de arte feitas artesanalmente por artistas da terra.

Confecção

A confecção do tradicional tapete é sempre feita na noite que antecede a procissão, quando a população ano após ano não mede esforços para enfeitar as ruas por onde passa a procissão com o santíssimo sacramento. A tradição é um misto de fé e tradição. A Prefeitura Municipal todos os anos tem dado apoio da Prefeitura Municipal.

A prefeita Pauline Pereira e o deputado Joãozinho Pereira prestigiaram o evento religioso, entre outras lideranças políticas da cidade e da região.

A festa de Corpus Christi este ano contará ainda com o show da banda católica Anjos de Resgate às 19 horas na praça central da cidade.



Nenhum comentário: