Rádio Web MJ

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Unidade de Acolhimento Infanto Juvenil passará a funcionar no Distrito de Luziápolis

Nesta quinta-feira 08 de Janeiro, a Secretaria Municipal de Saúde de Campo Alegre realizou uma reunião na nova Unidade de Acolhimento Infanto Juvenil de Campo Alegre (UAi). A nova unidade que acolherá crianças e adolescentes com necessidades decorrentes do uso de crack, álcool e outras drogas provenientes dos municípios de Anadia, Boca da Mata, Campo Alegre, Junqueiro, Teotônio Vilela, São Miguel dos Campos e Roteiro e encaminhados ao CAPs de Campo Alegre para início do tratamento e posterior acolhimento. Estiveram presentes no distrito de Luziápolis os Secretários Municipais de Saúde e Coordenadores dos Centros de Atenção Psicossocial - CAPS da 5ª Região de Saúde. Na ocasião eles conheceram a estrutura física e a equipe de profissionais que trabalharão na unidade.

A unidade tem capacidade para atender 24 horas e voluntariamente até 10 pacientes com idades entre 10 e 18 anos incompletos, e de ambos os sexos. O equipamento possui caráter residencial transitório, ofertando aos pacientes cuidados continuados, convivência em grupo, familiar e social. Os pacientes podem ficar até seis meses nessas unidades, com o objetivo de manter a estabilidade clínica, o controle da abstinência e redução das situações de vulnerabilidade social e familiar.

Na ocasião, a secretária de saúde Tamires dos Santos, deu as boas vindas a todos e destacou o esforço empreendido pela Prefeitura Municipal de Campo Alegre na implantação desta 1ª Unidade de Acolhimento Infanto Juvenil do Estado de Alagoas no sentindo de estruturar a Rede de Atenção Psicossocial – RAPS da 5ª Região de Saúde.

As orientações sobre os critérios de admissão, fluxo dos encaminhamentos, contrapartidas e ações desenvolvidas com os acolhidos, foram passadas pela coordenadora da UAi  Kelly Pedrosa, que afirmou ser de grande importância que a humanização esteja presente desde o primeiro momento. A unidade conta com uma equipe de Assistente Social, Psicólogos, Terapeuta Ocupacional, Enfermeiro e Técnicos de Enfermagem, Cozinheiras, Serviços Gerais e Vigilantes.


Nenhum comentário: